quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Resenha Crítica: "Um Best Seller para Chamar de Meu"



Esse foi o primeiro livro de Marian Keyes que eu li. Já havia ouvido falar centenas de vezes de seus livros, mas apenas quando minha mãe comprou (para ela mesma, e não para mim) surgiu uma oportunidade de ler.

Marian Keyes, a autora, se formou em Direito. Trabalhou como garçonete, enquanto lutava contra seu vício do alcoolismo e até uma tentativa de suicído. Depois de vencer essa parte de sua vida, começou a trabalhar como autora de romances, tendo muito sucesso.

No livro, Gemma, uma organizadora de eventos, tem sua vida virada de cabeça para baixo quando seu pai, depois de muitos anos de casamento, larga sua mãe e vai viver com uma mulher apenas um pouco mais velha que ela própria. Ainda por cima, vê sua ex-amiga Lily dona de um livro de sucesso. Além de ter roubado o homem de sua vida, Lily vai roubar seu sonho de ser escritora?

Jojo é agente literária, selecionando livros e os mandando para editoras. Ela é a agente de Lily, e acaba aceitando também um livro de Gemma. Ainda por cima, tem um caso com seu chefe, Mark (ele é casado e tem duas filhas), o que pode arruinar suas chances de se tornar sócia da empresa.

Lily e Anton estão tentando arranjar dinheiro para conseguir viver, quando Lily sofre um assalto, grávida. Depois desse terrível ocorrido, ela se sente inspirada para escrever um livro. Algum tempo depois, o livro é um sucesso de vendas. Porém, ter de conviver com a culpa de ter roubado o homem que Gemma amava e ainda ama, é demais para ela.

O livro anda intercalando narrativas das três personagens, assim conhecemos a vida e o estado de cada uma delas. Aos poucos, elas vão entrando uma na vida da outra de formas diferentes. Não tinha muitas expectativas com o livro; li apenas porque tive a oportunidade. Porém, me surpreendi. É um ótimo livro para desopilar, além de que em vários momentos você se sente tão próximo dos personagens que começa a torcer por eles. Pode parecer um livro extenso (são mais de 700 páginas), principalmente para um Chick-Lit, mas você nem vê as páginas passando. Ao terminar o livro, as 4 da manhã, queria mais.

Nota: 5/5. Pode não ser um livro muito profundo, mas é ótimo para quem quer relaxar lendo um bom livro.

6 comentários:

  1. Já quis muito ler um livro dessa escritora, porém são todos muito longos e me dá medo de comprar e acabar não lendo por preguiça.:x

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Pelo jeito deve ser bom, vou procurar ler. beijo

    ResponderExcluir
  3. Todo mundo me recomenda os livros da Marian Keyes, mas nunca tinha prestado muita atenção. Gostei da sua resenha. Acho que deve ser um bom livro para se ler nas férias. Em breve vou procurar!

    ResponderExcluir
  4. Tô na metade dele, ñ consigo parar de ler, as vezes é bem meloso,mas vale a pena, é meu primeiro livro de Marian K, mas já sou sua fã, quero ver se consigo ler melancia depois, dizem que é muito bom...
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  5. Olá


    Meu primeiro foi esse, depois veio, melancia, sushi, ferias e Casório, já estou procurando um próximo. Vale a pena...

    Abraços

    Angela

    ResponderExcluir